Inserido nas comemorações das Festas do Concelho de Belmonte, o programa Terra-a-Terra do dia 21 de abril da TSF foi dedicado a Belmonte!
Caso não tenha tido oportunidade de ouvir, deixamos a ligação para que o possa agora fazer.

Programa Terra a Terra da TSF: “Belmonte – O Berço de Pedro Alvares Cabral

 

Ciclo “12 em rede” regressa com um formato que “promete muitas novidades e ainda mais animação”. A festa começa no Piódão e acaba em Belmonte.

Depois do sucesso do ano passado, as aldeias históricas, localizadas no centro do país, vão voltar a receber o ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa”, “serão nove meses de grande animação” que “levarão milhares de visitantes” às 12 Aldeias Históricas de Portugal.

“Música, gastronomia, animação de rua, História e estórias, oficinas e muita, muita festa são os traços comuns que vão ligar as 12 aldeias, cada uma com a sua personalidade característica e singular, mas que em conjunto oferecem experiências únicas” aos visitantes.

O programa de cada localidade tem a duração mínima de dois dias e “contará com a participação activa da comunidade em que acontece, em estreita colaboração com artistas profissionais”. São 12 eventos, onde os participantes serão convidados a serem residentes temporários. Será também dado um foco especial à especificidade dos produtos distintivos das aldeias.

Segundo a associação das Aldeias Históricas de Portugal, com sede em Belmonte, como ponto de partida da iniciativa “12 em Rede – Aldeias em Festa” está “sempre algo que pertence à memória colectiva de cada aldeia, “tanto pode ser uma personagem, uma lenda ou um conto tradicional, como um acontecimento histórico ou um elemento patrimonial. As histórias e estórias das Aldeias Históricas de Portugal vão sair dos livros e do imaginário da comunidade”.

A festa começa no Piódão e acaba em Belmonte.

O programa de animação a realizar em Piódão tem por tema central “Estrada Real: A Longa Caminhada”. A organização explica que o evento “recorda as dificuldades que sentiam os comerciantes medievais que, em carros de bois, transportavam produtos entre Coimbra e a Covilhã, num percurso pela Serra do Açor que tinha tanto de agreste e perigoso como de encantador”.

Depois do Piódão, o ciclo prosseguirá com eventos em Almeida (18 e 19 de Maio), Sortelha (01 e 02 de Junho), Linhares da Beira (13 a 15 de Julho), Marialva (20 e 22 de Julho), Castelo Novo (27 a 29 de Julho), Castelo Rodrigo (31 de Agosto e 01 de Setembro), Castelo Mendo (14 e 15 de Setembro), Trancoso (05 a 07 de Outubro), Idanha-a-Velha (01 e 04 de Novembro), Monsanto (09 e 11 de Novembro) e Belmonte (7 a 9 de Dezembro).

fonte: Radio Caria

CULTURA EM REDE DAS BEIRAS E SERRA DA ESTRELA
INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A INICIATIVA DA MÚSICA: Inscrições até 29 de Abril para: cultura@cm-belmonte.pt

Estão abertas as candidaturas para recrutamento de voluntários para o projeto de criação de um espetáculo transdisciplinar com foco na Música, para a reinterpretação das histórias e costumes da região. Qualquer pessoa pode participar e integrar a equipa de artistas.

O Projeto é promovido pelos Municípios da Guarda, Sabugal, Fundão, Belmonte e Covilhã, em articulação com a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e tem como fim promover a cultura e a identidade regional, numa produção de Música participada pelos residentes no território. Pretende-se que seja um projeto desenvolvido da região para a região que congregue todos os cidadãos que tenham vontade e interesse em integrar uma equipa de artistas e participar na conceção e realização de uma produção ao longo de 3 meses.

O projeto artístico é coordenado pela Coruja do Mato e envolverá voluntários dos 5 Municípios que promovem o projeto. Durante o mês de junho, os voluntários inscritos participarão num período intensivo de ensaios para a preparação do espetáculo. Os ensaios terão lugar no Município da Guarda e decorrerão em regime horário a combinar com os responsáveis. As deslocações e alimentação dos participantes são asseguradas pela organização.

O espetáculo produzido será posteriormente apresentado, pelo menos, uma vez em cada um dos Municípios patrocinadores do projeto nos meses de julho, agosto e setembro. O calendário de apresentações será atempadamente divulgado junto dos voluntários selecionados.

Os voluntários interessados em integrar a equipa de atores, deverão fazer a sua candidatura para o Município de Belmonte (Telf: 275910010 / email:cultura@cm-belmonte.pt), indicando nome completo, morada, idade e número de telefone/telemóvel. As inscrições estão abertas e são limitadas, pelo que se recomenda a submissão da candidatura no tempo mais breve possível.

Este projeto comunitário de Música integra-se na operação “Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela” liderada pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela e cofinanciada pela União Europeia através do Fundo Estrutural de Desenvolvimento Regional ao abrigo do Programa CENTRO 2020, que tem como objetivo geral a constituição de uma rede territorial e institucional vocacionada para a projeção e divulgação do território e da sua identidade, fortemente alicerçada na promoção da cultura e do turismo cultural

O Município de Belmonte será palco da final da Região da Beira Interior (Distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu para eleição da representante ao Miss Portuguesa 2018, no dia 23 de junho, pelas 21h no Auditório da Santa Casa da Misericórdia de Belmonte, onde todas as jovens de nacionalidade portuguesa e com idades entre 17 e 25 anos poderão concorrer – www.missportuguesa.pt/inscricao

O evento que é da responsabilidade Organização Miss Portuguesa e conta com o apoio do Município de Belmonte pretende realizar uma noite de glamour onde não só se analisará a beleza das candidatas, mas também se promoverá a tradição e a inovação da Região.

O Concurso Miss Portuguesa iniciou em 2011 e é o maior concurso de beleza português que veio dar seguimento ao antigo título Miss Portugal elegendo as representantes portuguesas aos principais certames de beleza mundiais.
É a Organização Miss Portuguesa que possui os direitos e elege as representantes de Portugal nos 5 concursos do Grand Slam (Miss Mundo, Miss Universo, Miss Internacional, Miss Supranacional e Miss Grande Internacional), entre outros concursos internacionais de prestigio.

De realçar ainda, que a Organização Miss Portuguesa promove o lema “Beleza por uma Causa” (sendo este lema uma marca registada), e tem como objectivo não ser apenas um concurso que premeia somente a beleza, mas que coloca a beleza e o mediatismo do cargo ao serviço de causas nobres da sociedade, desde logo no local onde habitam. As candidatas e o público que assistirá à final irão apoiar uma Instituição do Município a anunciar proximamente.

A Final nacional da Miss Portuguesa, onde participará a Miss Portuguesa Belmonte e as representantes de outras Regiões do Continente, assim como da Região Autónoma da Madeira e Açores e das Comunidades Portuguesas da África do Sul, Canadá, França e Espanha, realizar-se-á a 28 de Julho em Gondomar.

As bicicletas estão de volta às estradas da Beira e Serra de Estrela, uma iniciativa da Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB). Um total de 20 equipas e 140 ciclistas vão disputar, de hoje até domingo, dia 15 de abril, a 3ª edição do Grande Prémio Internacional das Beiras e Serra da Estrela em ciclismo.

“Trabalhamos para o desenvolvimento sustentado de uma região que engloba 16 municípios. A promoção de um território desta dimensão só é possível com um evento descentralizado, em que todos os concelhos se sintam envolvidos”, sublinha António Rocha.

Para o presidente da Associação, esta é uma “estratégia de marketing territorial, que dá visibilidade a toda a região”

Reconhece que o ciclismo é “uma modalidade de rua, de forte pendor popular, capaz de atrair gente, empresa, comunicação social. Cruza as nossas terras perante o olhar de todos, realçando as suas paisagens, a riqueza dos patrimónios, os elementos culturais. Entendemos ser assim, o meio ideal para transportar a nossa mensagem colectiva enquanto região”, conclui António Rocha.

Afirma ainda qie o Grande Prémio é um evento com equipas de prestígio de além-fronteiras, que competem nos grandes certames europeus, com atletas marcantes da modalidade, é uma garantia de espectáculo, de emoção desportiva e, “seguramente, um polo de forte atracção”.

Os três dias de prova estão incluídos no Calendário internacional da modalidade, “colocarão esta região do interior, aos olhos do mundo através das televisões e outros meios de comunicação, já que as bicicletas vão rolar pelos 16 municípios”.

É uma prova destinada a trepadores com oito contagens de montanha e uma passagem na Torre da Serra de Estrela no Domingo.

Hoje, o pelotão segue da Mêda para Almeida. No sábado, do Sabugal para Seia. Fecham no Domingo, com partida de Gouveia em direcção à Guarda.

fonte: imperativoonline.pt

Decorreu ontem na Câmara Municipal de Belmonte a reunião para apresentação do Plano Operacional Municipal e onde decorreu também o Briefing descentralizado do Centro de Coordenação Operacional Distrital de Castelo Branco (CCOD).
Que contou com a participação do Comandante Operacional Distrital da Autoridade Nacional Proteção Civil, Francisco Peraboa, com os representantes do Destacamento Territorial da Covilhã da Guarda Nacional Republicana, com o Subcomissário da Policia de Segurança Pública de Castelo Branco, com o Instituto Nacional de Emergência Médica, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, as Infraestruturas de Portugal, da EDP Distribuição, Globalvia – A23 Autoestradas da Beira Interior, o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Belmonte, o representante das Juntas de Freguesia do Concelho de Belmonte e a Técnica responsável pelo Gabinete Técnico Florestal.

“Um dia fora do Concelho” é uma das iniciativas que a Câmara Municipal de
Belmonte continua a realizar, para promoção do bem-estar dos seus séniores
e, consequentemente, promover a sua qualidade de vida e enaltecer a terceira
idade.

O Município está a organizar uma ida ao Santuário de Fátima, no âmbito
do “Cartão Social +”, que terá lugar no próximo dia 3 de maio (quinta-feira).
A escolha de Fátima trata-se de uma rotina, visto ser um destino eleito
pelo Município de dois em dois anos e principalmente do agrado dos nossos
séniores. O mesmo dispõe de boas condições acolhimento, para a contacto entre
os séniores de todo o Concelho.

A viagem terá inicio, por volta das 8h15, com a recolha dos seniores de
todas as freguesias concelhias. A chegada ao Santuário de Fátima está prevista
por volta das 11h45 com uma visita livre para poderem aproveitar e assistir à
Eucaristia, passear pelas redondezas, adquirir algumas lembranças ou,
simplesmente, para relaxar e conviver.

No final da tarde o Município de Belmonte irá oferecer aos séniores – na
zona de Fátima – um lanche convívio para todos poderem desfrutar de uma
confraternização e momentos de partilha.

As inscrições serão realizadas na Câmara Municipal até às 17H30, entre
os dias 16 de abril e 27 de abril.

Já se encontram à venda os bilhetes para os concertos a realizar nas Festas do Concelho de Belmonte 2018. Para os Santamaria (dia 20), Amor Electro (dia 21) e Sons do Minho (dia 24), os bilhetes estarão à venda no bar da Câmara Municipal de Belmonte e nos Bombeiros Voluntários de Belmonte. Já os bilhetes para a actuação do João Seabra (dia 22), estarão à venda no bar da Câmara Municipal de Belmonte e na Santa Casa da Misericórdia de Belmonte.

Os concertos de dia 20, 21 e 24 de Abril terão o valor simbólico de 1 capacete a favor dos Bombeiros Voluntários de Belmonte. O espectáculo de dia 22 de Abril terá o valor simbólico de 1 misericórdia, a reverter para a Santa Casa da Misericórdia de Belmonte.

Nota: Os bilhetes poderão ser adquiridos nos respectivos dias junto à entrada do Pavilhão Gimnodesportivo de Belmonte.
O espectáculo de João Seabra estará limitado à lotação do Auditório da Santa Casa.

A viagem pela identidade do Aspiring Geopark Estrela continua… subimos à Montanha, descemos ao vale mais profundo, percorremos rios e ribeiros, deparamo-nos com a neve do inverno e viajamos pela cultura de uma comunidade. Em cada pedaço deste imenso Território sentimos o pulsar do Geopark… e a emoção de fazer parte dele! Hoje partilhamos a Segunda Parte desta aventura vestida de sonho, da autoria de Joel Santos – Photography e Magali Tarouca – Fotografia.

The journey through the identity of the Aspiring Geopark Estrela continues … we climb to the Mountain, descend to the deepest valley, cross rivers and streams, come across the winter snow and travel through the culture of a community. In every piece of this vast Territory we feel the pulse of the Geopark … and the thrill of being part of it! Today we share the Second Part of this adventure, by Joel Santos – Photography and Magali Tarouca – Photography.

A Câmara Municipal de Belmonte apresenta o seu profundo sentimento de pesar aos familiares e amigos do jovem falecido no acidente de ontem. 
 
O autocarro transportava alunos finalistas da Covilhã e também de Belmonte, a quem desejamos uma rápida recuperação e muita força para ultrapassarem este drama. 
 
A todas as famílias envolvidas, apresentamos o nosso voto de solidariedade e conforto neste momento de tristeza.

18 de Abril
15h00 – Teatro: Cartas do Novo Mundo (Sessão Escolas)
21h00 – Teatro: Cartas do Novo Mundo (Público em geral)
Local: Museu dos Descobrimentos

CARTAS DO NOVO MUNDO
Um espetáculo que propõe uma viagem entre a Amazónia e a Consciência…

CARTAS DO NOVO MUNDO é um espetáculo construído a partir de “A Carta”, de Pêro Vaz de Caminha (escrita em 1500) e de alguns outros excertos de outras cartas contemporâneas, de pilotos anónimos.

Através deste espetáculo os espectadores são sensibilizados para o conhecimento do “verdadeiro paraíso natural” que as terras de Vera Cruz foram para os olhos dos primeiros portugueses que por lá atracaram.

Esforçámo-nos e citando Jaime Cortesão, “por conservar tanto quanto o permitem a clareza e correção literária, exigidas pelo leitor comum, a graça tão saborosa do original, essa dicção arcaica e, sem embargo, tão fresca de Primitivo da Arte de escrever.” Recuperamos a espontaneidade nativa das emoções descritas respeitando a força íntima dos carateres e modos de dizer. Por isso mesmo certas expressões guardam em si uma forma inseparável de candura, humildade ou fervor que as ditou – aquele travo humano que a personalidade e a época transmitem e que tão bem se adequa ao trabalho de ator nesta nossa experiência cénica. Procurámos, assim, conservar o mais possível a contextura e o ritmo de linguagem de Caminha, aquilo que Fernão de Oliveira chamava “a música natural”.

Na realidade, “A Carta…” de Pêro Vaz de Caminha, tendo as caraterísticas de uma epístola, tem também as caraterísticas de um diário de viagem; apresentando-se aos olhos do leitor moderno como um texto espontâneo, capaz de transmitir uma parte das sensações que um homem do século XV viveu durante um encontro único com uma humanidade até àquele momento desconhecida. Por isso, sendo um documento interessante para estudos de caráter historiográfico, geográfico, antropológico, de história de mentalidades é, também, um excelente texto para dramaturgia, permitindo a construção de personagens, ambientes e atmosferas, especulações dramáticas e diálogos temporais entre o passado e o presente.

É que no nosso horizonte de trabalho estão sempre presentes os jovens e espetadores do séc. XXI a quem este trabalho é dedicado – como os “espantar” com A Carta? Como os fazer viajar no Tempo e no Espaço sem os desconectar com o seu Tempo atual? Como os interessar pelos indígenas de ontem e de hoje e os seus respectivos direitos naturais? E como os integrar no debate, atualíssimo, da salvação e preservação da Natureza em geral e da selva da Amazónia em particular? Como não apagar com a doçura desta Carta a terrível colonização que se lhe seguiu, em que milhões de índios foram mortos?

Esta, afinal, a razão da representação deste espetáculo em espaços de museu como o são as Galerias da Amazónia (em Lisboa), ou o Museu dos Descobrimentos (Belmonte).

Dramaturgia e encenação: Miguel Abreu
Interpretação: F. Pedro Oliveira
Co – Produção: Cassefaz e Academia de Produtores Culturais
www.cassefaz.com

Informa-se que, a partir de 2.ª feira dia 09.04.2018, todos os serviços de transporte público de passageiros da empresa Transdev e Rodoviária da Beira Interior, com exceção do Transporte SIM, deixa de ter a paragem assinalada na imagem, que passa a ser efectuada em frente ao prédio na Rua da Junta de Freguesia ao fundo da Rua Almirante Cândido dos Reis, identificado com poste de sinalização de Paragem de Autocarros, durante o período de 3 meses.