O Plano Municipal de Emergência para o Concelho de Belmonte, é um instrumento que os Serviços Municipais dispõem para o desencadeamento das operações de proteção civil, com vista a possibilitar uma unidade de direção e controlo, para a coordenação das ações a desenvolver e gestão de meios e recursos mobilizáveis, face a um acidente grave, catástrofe ou calamidade, tendo em vista prevenir, planear e coordenar as ações de socorro, os prejuízos e perdas de vidas e bens e o restabelecimento da normalidade.

Consulte os Planos Municipais de Emergência de Proteção Civil de Belmonte

 

AVISO

Devido às obras que decorrem no edifício da Câmara Municipal de Belmonte, informa-se que o troço da Rua Pedro Álvares Cabral confinante com o edifício da Câmara e compreendido entre o Eco Museu do Zêzere e a estátua Pedro Álvares Cabral, estará interrompido sábado, 11 de julho entre as 8h00 e as 17h30.

Pedindo desde já desculpa pelo incómodo, a Câmara Municipal de Belmonte solicita a melhor compreensão a todos os automobilistas bem como a toda a população, sendo que a circulação deve ser efetuada conforme a imagem.

Corte de Trânsito

Foi renovada a declaração de estado de alerta tendo os seus efeitos às 00h00m do dia 27 de junho sendo válida até nova avaliação, definida como o dia 14 de julho data em que será novamente analisada, sem prejuízo de prorrogação da medida, caso a evolução da situação concreta o justifique.

A situação de alerta municipal agora declarada é baseada no comunicado, do Conselho de Ministros do dia 25 de Junho, e determina os seguintes pressupostos:

a) A concentração de pessoas é limitada ao máximo de 20 pessoas;
b) Todos os não residentes que regressem ao concelho vindos das 19 freguesias onde foi declarada o estado de Calamidade, ficam obrigados a efetuarem nas suas habitações um isolamento profilático “quarentena” com duração de 14 dias;
c) É proibido o consumo de bebidas alcoólicas em espaços ao ar livre de acesso ao publico e em vias públicas, excetuando-se os espaços exteriores dos estabelecimentos de restauração e bebidas devidamente licenciados para o efeito;
d) Não são consideradas concentrações de pessoas para efeitos de aplicação deste regime os eventos de natureza cultural desde que cumpram determinadas regras.

A Câmara Municipal compromete-se a levar a cabo as ações de desinfeção das ruas juntamente com as juntas de freguesia. A afetação, no imediato, dos recursos materiais e humanos adequados e considerados imprescindíveis à coordenação técnica e operacional dos serviços e agentes da proteção civil e organismos de apoio, designadamente os identificados no Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Belmonte, bem como os que venham a manifestar como imprescindíveis à resposta e minimização do impacto da epidemia de COVD- 19 em território Municipal.

Leia AQUI a Declaração de Estado de Alerta na íntegra.

ANTÓNIO PINTO DIAS ROCHA, Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, torna público que o concelho de Belmonte, foi atingido durante a tarde de 31 de Maio de 2020 por condições climatéricas excecionais que provocaram danos significativos, em todas as freguesias do concelho.

Os danos registaram-se em explorações agrícolas, agro-pecuárias e florestais, bem como instalações ligadas a outras atividades económicas, infra-estruturas, equipamentos públicos e associativos, habitações e outros bens, sendo que o sector agrícola foi sem dúvida o que teve maior prejuízo. Após, audição da comissão municipal de proteção civil no seu formato reduzido, declara o Estado de Calamidade no âmbito municipal.

O sistema de proteção civil e os respetivos agentes, distrital e municipal, atuando de forma coordenada, conseguiram repor o funcionamento das infra-estruturas e equipamentos essenciais à vida das populações, com a necessária colaboração de todas as entidades responsáveis por cada uma das áreas, nomeadamente nos domínios da energia, abastecimento de água, comunicações e circulação.

Após esta primeira fase de resposta, e num quadro de excecionalidade conferido pela natureza da ocorrência e extensão dos danos, afetando fortemente todo o concelho, constitui preocupação do Município criar condições que permitam levar a cabo, de forma adequada e equitativa, a minimização dos prejuízos e recuperação do sector Agrícola, recorrendo para o efeito aos instrumentos legais que estejam disponíveis. Neste sentido, o município de Belmonte compromete-se que tudo fará junto da Direção -Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, para desencadear os procedimentos necessários à minimização dos prejuízos provocados pelas condições climatéricas excecionais.

Para o efeito, todos os agricultores cujas explorações agrícolas foram afetadas pelas condições climatéricas excecionais e que provocaram danos significativos nas mesmas, devem apresentar um relatório com os seguintes elementos:

  • Nome e Contacto;
  • Localização da Exploração Agrícola;
  • Mencionar o prejuízo dos danos causados;
  • Anexar fotografias dos danos causados.

Este relatório, deve ser enviado para o email geral@cm-belmonte.pt ou entregue presencialmente nas instalações da Câmara Municipal, até às 16h00 do próximo dia 4 de Junho de 2020.

Belmonte, 2 de Junho de 2020

António Pinto Dias Rocha
O Presidente da Câmara Municipal de Belmonte

(Consulte AQUI o Documento do Aviso de Estado de Calamidade)

Vimos  informar que conforme o “Plano de Higienização de Reservatórios”, a Águas Vale do Tejo (AdVT) tem prevista a realização de inspeção e higienização de reservatórios no concelho de Belmonte, que implicará a interrupção do abastecimento de água à população servida por estes, nas datas e nos períodos indicados, nomeadamente:

  • Reservatório Estação de Belmonte – dia 02 de junho de 2020, entre as 08:00 horas e as 12:00 horas;
  • Reservatório de Maçainhas B – dia 03 de junho de 2020, entre as 08:00 horas e as 11:00 horas;
  • Reservatório de Malpique – dia 03 de junho de 2020, entre as 11:00 horas e as 13:00 horas;
  • Reservatório de Monte do Bispo – dia 03 de junho de 2020, entre as 14:30 horas e as 18:00 horas.

Informamos ainda que, pontualmente, poderão ocorrer quebras de pressão, durante as manobras dos reservatórios (fase de esvaziamento e enchimento).

Desde já, pedimos desculpa pelo incómodo, pelo que prometemos ser breves no sentido de minimizar os transtornos causados.

O Município de Belmonte, determinou as reabertura condicionada dos mercados municipais de Belmonte, a partir do dia 1 de junho.

Não se esqueça do USO OBRIGATÓRIO DE MÁSCARA, bem como, do DISTANCIAMENTO SOCIAL (2 metros) e, sempre que possível, da HIGIENIZAÇÃO DAS MÃOS com sabão ou solução desinfetante.

De forma a dar resposta à necessidade de planear uma intervenção eficaz e concertada para retoma da atividade comercial que se desenvolve nos mercados, cuja organização compete à Câmara Municipal de Belmonte, elaborou-se o Plano de Contingência que constitui um instrumento de orientação para a gestão de meios e ações de prevenção e de resposta ao aparecimento de casos suspeitos de infeção.

Pode consultar o Plano de Contigência AQUI.

Como já tem vindo a ser anunciado pelo Governo da República, estão a ser tomadas uma série de medidas de desconfinamento, nas quais se incluem a abertura de creches.

Assim, e atento a esta situação o Município de Belmonte, em parceria com o Instituto de Segurança Social irá proceder à realização de testes PCR (zaragatoa) de despistagem COVID-19, a todo o pessoal docente e auxiliar das creches existentes no Município.

A Águas do Vale do Tejo (AdVT) está a efectuar diversos trabalhos em alguns dos reservatórios de água do nosso concelho.
Assim, apelamos à compressão de todos para o caso de surgirem alguns constrangimentos no abastecimento de água.

Realização de ensaio de estanquidade que irá implicar a interrupção do abastecimento de água

Dia 15 de maio:

  • Reservatório da Câmara de Belmonte – Entre as 9:00 horas e as 13:00 horas.

Conforme o “Plano de Higienização de Reservatórios”,  está prevista a realização de inspeção e higienização de reservatórios no concelho, que implicará a interrupção do abastecimento de água à população servida por estes, nas datas e nos períodos indicados, nomeadamente:

Dia 26 de maio:

  • Reservatório de Maçainhas A – Entre as 14:00 horas e as 18:00 horas;

Dia 27 de maio:

  • Reservatório de Monte do Bispo – Entre as 14:00 horas e as 18:00 horas.

Mais se informa que, pontualmente, poderão ocorrer quebras de pressão, durante as manobras dos reservatórios (fase de esvaziamento e enchimento).

Pedimos desde já, desculpa pelo incómodo, prometendo ser breves no sentido de minimizar os transtornos causados.

 

A Resolução do Conselho de Ministros nº 33-C/2020, de 20 de abril, estabelece, que os balcões desconcentrados de atendimento ao público nos serviços públicos, retomem o atendimento por marcação prévia a partir de 4 de maio de 2020, o que obriga a disponibilizar o serviço de atendimento presencial por marcação.

Os atendimentos serão feitos com uso obrigatório de máscara por parte dos respetivos profissionais e do público, bem como serão tomadas todas as medidas de segurança higiénica e sanitária.

Como está estabelecido na Resolução de Conselho de Ministros 33-A/2020, as Bibliotecas e Arquivos podem reabrir hoje ao público, com uma série de normas, que deverão ser utilizadas e respeitadas.

Vimos  informar que a AdVT tem prevista a realização de ensaio de estanquidade no reservatório de Inguias, no próximo dia 24/04/2020 com a duração prevista de 4 horas, o que irá implicar a interrupção do abastecimento de água, entre as 08:00 horas e as 12:00 horas.

Pedimos desculpa pelo incómodo, pelo que prometemos ser breves no sentido de minimizar os transtornos causados.

Neste período obrigatório de recolhimento e por encerramento de empresas, es­colas e serviços públicos, Belmonte tem assistido à chegada de cidadãos que, de vários pontos do país e do estrangeiro, migraram para o nosso concelho para visi­tar a família.

A Delegada de Saúde Coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde da Cova da Beira, Henriqueta Luísa Duarte Forte, enquanto Autoridade de Saúde, perante a atual situação epidemiológica da infeção por COVID-19, decretou isolamento profilático pelo período de catorze (14) dias a contar do dia da sua chegada. 

Esta determinação foi divulgada através da colaboração da Comissão Municipal de Proteção Civil de cada Município da Cova da Beira para atuação imediata.