A Câmara Municipal de Belmonte inicia hoje a criação de duas Zonas de Apoio de Retaguarda com a instalação de 100 camas nos dois Pavilhões Desportivos do concelho. Uma medida que visa criar condições para dar uma rápida resposta em caso de necessidade.

“Temos cerca de 100 camas, pelo que vamos preparar nos dois pavilhões gimnodesportivos, uns espaços que nos permitem servir, para uma eventualidade. Também já temos espaços de retaguarda para repouso de profissionais, médicos, enfermeiros, GNR e bombeiros se fossem necessários para poderem descansar”.

O presidente da Câmara Municipal de Belmonte acrescentou que “temos tido também algum equipamento que vamos distribuir pelos bombeiros e pela GNR. Vamos ser optimistas e acreditar que a situação se poderá manter sem nenhum caso no nosso concelho”.

António Dias Rocha disse ainda à Rádio Caria, que a Câmara também vai criar espaços nas freguesias de Colmeal da Torre, Maçaínhas e Carvalhal Formoso, “vamos também criar espaços nas freguesias que têm lares para poder também ajudar estas estruturas se eventualmente for necessário”.

Para já a Câmara de Belmonte inicia hoje a criação de duas Zonas de Apoio de Retaguarda com a instalação de 100 camas nos dois Pavilhões Desportivos do concelho. Uma medida que visa reforçar os esforços de coordenação e cooperação que a autarquia tem desenvolvido com várias entidades, criando assim condições para dar uma rápida resposta em caso de necessidade.

fonte: Radio Caria