A Câmara Municipal de Belmonte promove o concurso de Presépios de Natal, cujo objetivo principal é estreitar as relações da autarquia com as escolas, estimular a criatividade e manter a tradição do presépio de Natal.

As candidaturas devem ser entregues na Câmara Municipal de Belmonte, Gabinete Cultural, até ao dia 30 de Novembro.

Consulte AQUI o Regulamento do Concurso.

Exposição patente no Ecomuseu do Zêzere, a partir de 9 de Novembro até 16 de Dezembro.

Nuno Vicente nasceu em Chartres, em França, em 1981 e viveu em Carvalhal Formoso (Belmonte). Estudou Pintura e um curso avançado de Artes na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha. Foi nomeado para a edição de 2007 do prémio Millennium Anteciparte. Participa em 2014 na Bienal de Artes Visuais de Varna, na Bulgária e é nomeado para a 11ª edição dos prémios Novos Artistas Fundação EDP, em 2015.
Das suas exposições individuais destacam-se Invenção de uma escrita, escultura e ações efémeras, no Museu do Côa, em Portugal, 2015; e a série Esculturas de terra, água, fogo e ar: Parte VII, Espaço 58 (Ar Sólido), Lisboa, Portugal, 2014; e as partes I, II, III, IV, IV, V, VI, no Kunstraum João Cocteau, em Berlim, na Alemanha. O artista português expôs em galerias e museus como Dalhalla amphitheater, Rättvik, Suécia 2018; Museu Kramskoy, Voronezh, Russia 2018; Czong Institute for Contemporary Art, Gympo, Coreia do Sul, 2016; SAVVY Contemporary, Berlim, Alemanha, 2013; Lazzareto di Cagliari Centro Culturale di Arte, Cagliari, Itália, 2012; ou o Pavilhão Preto do Museu da Cidade de Lisboa, Portugal, 2010.
Vive desde 2010 entre Berlim e diferentes sítios da península ibérica, onde realiza trabalhos específicos na paisagem, e em França onde realiza actualmente com o suporte da Fundação Camões, um projeto especifico numa gruta da Ardèche.

O Vice-Presidente, António Manuel Rodrigues, recebeu ontem (7 de novembro) Fernando Pimenta, campeão do mundo de canoagem, que foi convidado dos alunos e professores do Centro Escolar de Belmonte, no âmbito do projecto “À descoberta de personalidades nacionais”.

A Casa da Torre esteve em destaque no programa da Antena 1 “Vou ali e já venho” de Rui Gomes no dia 6 de novembro. Pode ouvir o programa AQUI

Hoje (7 de novembro) Rui Gomes foi até à Torre Centum Cellas contar um pouco da sua história. Pode ouvir o programa AQUI.

A Associação de Municípios da Cova da Beira, com sede em Belmonte, vai organizar, em parceria com a Diputación de Salamanca (Espanha), a 8.ª edição da “Feira Transfronteiriça Ecoraia”, em Salamanca, nos próximos dias 24 e 25 de Novembro.

O Município de Belmonte, através da EMPDS, assim como vários produtores do Concelho, estarão presentes de forma a divulgar os seus produtos e potencialidades.

Na região Centro,os municípios que se evidenciam com a pontuação máxima no item “Água Segura” são os municípios de Albergaria-a-Velha, Alcobaça, Belmonte, Bombarral, Cinfães, Condeixa-a-Nova, Estarreja, Lamego, Murtosa, Ovar e Vila de Rei.

A ERSAR – Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos revelou recentemente os dados relativos ao controlo da qualidade da água por concelho, em 2017. Os dados por concelho referem-se à totalidade das zonas de abastecimento em funcionamento no concelho para o ano em referência.

Fonte: ON Centro

 

 

 

Natal rima com Comércio Tradicional de 1 de Dezembro de 2018 a 6 de Janeiro de 2019

Inscrições para estabelecimentos aderentes: 5 a 20 de Novembro de 2018.

Consulte AQUI o Regulamento deste Concurso de Natal.

A Câmara Municipal de Belmonte, no seguimento da parceria com a Coolabora e no âmbito do Plano Intermunicipal de Combate à Violência, em colaboração com a ANIMAR – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local, continua empenhada em promover a prevenção e o combate à violência doméstica.

Assim, convidamos a comunidade em geral a visitar a Exposição – Aqui morreu uma mulher (onde estão retratadas histórias dos locais dos crimes e histórias das mulheres que viram as vidas ceifadas em contexto de violência doméstica).

A exposição irá decorrer Castelo de Belmonte, entre os dias 5 e 11 de novembro de 2018.

Na próxima terça-feira, dia 30 de outubro, pelas 11.30h, no Salão Nobre dos Paços do Concelho do Município de Belmonte, terá lugar a Assinatura do Protocolo entre o Município de Belmonte, a Federação Portuguesa de Ciclismo, a Associação de Ciclismo da Beira Interior e a Associação das Aldeias Históricas, para a realização da 15ª SECT – Semana Europeia de Cicloturismo, que se realizará em Belmonte, de 29 de junho a 06 de julho de 2019.

A 15ª Semana Europeia de Cicloturismo tem como entidade máxima, cuja marca lhe pertence, a UECT – União Europeia de Cicloturismo, que este ano levou a cabo o evento na Polónia.

A organização prevê que Belmonte, e a região, recebam mais de 1500 cicloturistas durante essa semana, estando a ser elaborado um vasto programa, com vários percursos diários, locais de visitas guiadas para participantes e acompanhantes, a passagem pelas Aldeias Históricas com apresentações culturais e gastronómicas.

A vila de Belmonte irá criar espaços para acolher, durante a Semana Europeia de Cicloturismo e segundo as previsões da UECT, cerca de 200 autocaravanas, 100 caravanas e mais de 300 tendas em campismo. Atualmente já foram feitas reservas em alojamento local, hotéis, residências, entre outros locais.

As inscrições para o evento deverão abrir durante a primeira semana de novembro de 2018. Informações e atualização do evento: http://sect2019.fpciclismo.pt/pt/

Fotografia: AHP

Encontra-se a decorrer o 5º Concurso – O Melhor Bolo Caseiro do Concelho, promovido pela Biblioteca Municipal de Belmonte.

Para concorrer, basta fazer a inscrição na Biblioteca até ao dia 29 de outubro.

Consulte AQUI o regulamento do concurso.

“Uma ideia muito interessante que não devemos abandonar”, foi desta forma que o presidente da Câmara de Belmonte classificou a proposta avançada pelo autarca da Guarda no sentido de o Ministério da Saúde avançar com a criação do Centro Hospitalar Universitário Covilhã/Guarda.

António Dias Rocha (foto) afirma que gostaria muito que a população do concelho de Belmonte pudesse ir à Covilhã ou à Guarda, servindo-se das valências que existem em cada uma das estruturas. Isso iria permitir prestar serviços mais adequados e de melhor qualidade às populações numa área tão sensível como é a da saúde “se há um assunto em que estou imediatamente disponível para acompanhar o presidente da Câmara da Guarda em todas as iniciativas que venha a tomar é este. Penso que é uma ideia muito interessante que não devemos abandonar. E eu aqui que estou no meio, em Belmonte, gostava muito que a minha população nas várias áreas de intervenção da saúde pudesse ir à Covilhã ou à Guarda, servindo-se das valências que existem em cada uma das estruturas. Isso iria permitir prestar serviços mais adequados e de melhor qualidade às nossas populações numa área tão sensível como é a da saúde”.

António Dias Rocha acrescentou que, para além da melhoria de rede de cuidados de saúde prestados às populações, a medida poderia trazer efeitos positivos para o concelho ao nível da fixação de novos profissionais de saúde e criando novas alternativas ao nível formativo para os alunos do ensino secundário “até para os nossos jovens estudantes pode ser interessante a Guarda para fazerem a sua formação e o concelho de Belmonte estaria disponível para receber todos os alunos que quisessem sediar-se aqui. Era de braços abertos que os iríamos receber. Como médico de formação que sou, adiro já a esta ideia e como político também. Acho que é uma excelente ideia e agrada-me muito até porque nesta estrutura já estaria incluído o Fundão”.

Recordo-lhe que o presidente da Câmara Municipal da Guarda vai apresentar à nova Ministra da Saúde a mesma reivindicação que fez a Adalberto Campos Fernandes, antigo titular do cargo, para que seja criado o Centro Hospitalar Universitário Covilhã/Guarda.

A pretensão foi apresentada por Álvaro Amaro apenas dois dias antes da nomeação de Marta Temido como nova responsável da pasta e o autarca da Guarda garante que “a cidade não vai desistir do reconhecimento a que tem direito na área da saúde”.

Álvaro Amaro acrescentou que a ideia foi bem acolhida pelo antigo Ministro da Saúde e promete não deixar cair o assunto no esquecimento das presidentes da Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro e da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda que também marcaram presença nessa cerimónia

O Centro Hospitalar Universitário Covilhã/Guarda, uma reivindicação deixada pelo presidente da Câmara da Guarda que conta com o apoio do município de Belmonte.

fonte: Radio Caria