Devido à pandemia que o mundo e o nosso país atravessa, foram tomadas algumas medidas a adotar uma vez que o risco da modalidade e a responsabilidade inerente às federações varia entre modalidades desportivas.

Pretende-se definir orientações específicas que permitam um regresso aos treinos e competições em segurança, minimizando o risco de transmissão do SARS-CoV-2.

Além disso, por forma a garantir o cumprimento destas orientações para a proteção da Saúde Pública, são, no atual momento epidemiológico, apenas consideradas, a retoma da atividade desportiva enquadrada por federações desportivas com estatuto de utilidade pública desportiva, nos termos do Decreto-Lei n.º 248-B/2008 de 31 de dezembro, na sua redação atual.

Consulte as orientações dadas pela DGS, Governo de Portugal e Serviço Nacional de Saúde AQUI.