“Uma significativa e emocional experiência”, foi como o Embaixador de Israel em Portugal, Raphael Gamzou, descreveu a sua visita a Belmonte, na passada semana, uma viagem não anunciada publicamente tendo em vista o protocolo de segurança.

O Diplomata foi recebido na Câmara Municipal de Belmonte onde deu conta da “importância de Belmonte” quando Israel olha para a Diáspora Judaica pelo mundo, pelo que a sua visita “era obrigatória”.

O Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, Dr. António Rocha também realçou a importância da Comunidade Judaica para o concelho “e a sua integração pacifica numa comunidade que prima pelo respeito religioso” e apresentou ao Embaixador a última novidade, a implementação das demarcações do ERUV, um espaço urbano que é tido como o interior de uma casa judaica, que possibilita à Comunidade Judaica e aos seus irmãos, algumas facilidades em pleno “Shabat”, como por exemplo, possam circular e transportar objetos. “Este acordo assinado com Pedro Diogo, Presidente da Comunidade Judaica e na presença do Rabino, Avraham Elbaz Franco, vem demonstrar uma vez mais, que Belmonte está na primeira linha de entendimento aos anseios da família judaica, dando mais um passo na sua política de tolerância e sã convivência.”

O Embaixador Raphael Gamzou visitou o Hotel Belmonte Sinai, o Museu Judaico e após as 16h30 recolheu-se para celebrar em privacidade, o “Shabat” junto da Comunidade Judaica local.