Foi renovada a declaração de estado de alerta tendo os seus efeitos às 00h00m do dia 27 de junho sendo válida até nova avaliação, definida como o dia 14 de julho data em que será novamente analisada, sem prejuízo de prorrogação da medida, caso a evolução da situação concreta o justifique.

A situação de alerta municipal agora declarada é baseada no comunicado, do Conselho de Ministros do dia 25 de Junho, e determina os seguintes pressupostos:

a) A concentração de pessoas é limitada ao máximo de 20 pessoas;
b) Todos os não residentes que regressem ao concelho vindos das 19 freguesias onde foi declarada o estado de Calamidade, ficam obrigados a efetuarem nas suas habitações um isolamento profilático “quarentena” com duração de 14 dias;
c) É proibido o consumo de bebidas alcoólicas em espaços ao ar livre de acesso ao publico e em vias públicas, excetuando-se os espaços exteriores dos estabelecimentos de restauração e bebidas devidamente licenciados para o efeito;
d) Não são consideradas concentrações de pessoas para efeitos de aplicação deste regime os eventos de natureza cultural desde que cumpram determinadas regras.

A Câmara Municipal compromete-se a levar a cabo as ações de desinfeção das ruas juntamente com as juntas de freguesia. A afetação, no imediato, dos recursos materiais e humanos adequados e considerados imprescindíveis à coordenação técnica e operacional dos serviços e agentes da proteção civil e organismos de apoio, designadamente os identificados no Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Belmonte, bem como os que venham a manifestar como imprescindíveis à resposta e minimização do impacto da epidemia de COVD- 19 em território Municipal.

Leia AQUI a Declaração de Estado de Alerta na íntegra.

A Srª Diretora da DRCC (Direção Regional de Cultura do Centro), Drª Suzana Menezes, veio conhecer as potencialidades culturais de Belmonte, em especial do Projeto Centro Interpretativo de Centum Cellas.

Reuniu com o Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, Dr. António Rocha, com os Vereadores do Município e com os Técnicos envolvidos no projeto e visitou o local de forma a perceber no terreno a implementação prática do Centro Interpretativo.

O Presidente do Município demonstrou a sua preocupação relativamente à possibilidade de deterioração da Torre de Centum Cellas, bem como do espaço envolvente o que justifica alguma urgência no avanço do projeto.

A Drª Suzana Menezes visitou ainda o Museu Judaico e as estruturas museológicas localizadas na Fórnea, em Caria, nomeadamente a Casa da Torre/Museu do Território, Museu Etnográfico e Casa da Roda.

A campanha nacional “proteger crianças compete a tod@s” foi desenvolvida pela Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ) com o intuito de reforçar o trabalho que tem vindo a ser realizado pelas CPCJ – Comissões de Proteção de Crianças e Jovens – ao longo do período de pandemia e confinamento, e de forma a tornar mais acessível a comunicação de situações de perigo.

Esta campanha, à qual a CPCJ de Belmonte se associou, pretende chamar a atenção de toda a primeira linha de ação, com especial destaque para a sociedade civil: amigos, vizinhos, familiares e conhecidos – todos têm responsabilidade de comunicar situações que conheçam.

Foi criado e está acessível o número de telefone 96 123 11 11, da responsabilidade da CNPDPCJ, que garantirá o devido encaminhamento destas situações para a CPCJ de Belmonte.

 

Os presidentes da Câmara Municipal de Belmonte, União de Freguesias de Belmonte e Colmeal da Torre e Junta de Freguesia de Caria, comunicam a todos os seus munícipes que a Piscina Municipal de Belmonte e a Piscina Municipal de Caria, não serão abertas ao público neste verão de 2020.

A decisão foi tomada após reuniões preparatórias com as entidades de saúde e protecção civil. A autarquia e as Juntas de Freguesia entenderam acatar os conselhos das autoridades, por se considerar que a abertura das piscinas ainda comportava algum perigo para a propagação do vírus covid-19, pois estavam inerentes comportamentos de risco difíceis de controlar.

Assim, tendo em conta a protecção das populações, o interesse da saúde pública e os riscos de infecção que ainda se fazem sentir, a autarquia juntamente com as Juntas de Freguesia tomaram a decisão de manter encerradas as piscinas públicas – uma decisão que se lamenta, mas que se impunha.

Face à situação em que vivemos, apela-se ao entendimento da população e, nesta fase de desconfinamento, reiteramos os nossos conselhos para que mantenham distanciamento social e os devidos cuidados de higiene.

A pandemia ainda é uma realidade entre nós e não podemos abrandar a vigilância, pela nossa saúde, pela saúde dos nossos – sobretudo dos mais frágeis.

Em nome da Câmara Municipal de Belmonte,

União de Freguesias de Belmonte e Colmeal da Torre e Junta de Freguesia de Caria

António Rocha

Promovidas pelas Rede das Aldeias Históricas de Portugal, as ações de sensibilização “Acessibilidade e Mobilidade para Todos” que estavam previstas para o inicio deste ano e tiveram que ser adiadas em virtude da pandemia, vão ser retomadas nos dias 17, 25 e 30 de junho e serão realizadas em ambiente digital.

Acessibilidade e Mobilidade para Todos, consulte aqui

Ação I – Acessibilidades DL 163 e o POS-COVID-19
17.06.2020 (11:00 – 12:30) – Paula Teles | José Duarte

-Acessibilidade: espaço público, edificado, transportes
-Segurança e Higiene Sanitária: distanciamento e distribuição dos espaços
-Turismo Sustentável e para Todos

[Debate]

Ação II – A importância da Comunicação Acessível no POS-COVID-19
25.06.2020 (14:30 – 16:00) – Adelino Ribeiro| Ana Bela Baltazar

– Comunicação Acessível
– Importância da Infoacessibilidade
– Comunicação Assertiva: Destino AHP, destino seguro

[Debate]

Ação III – A importância do Planeamento no Renascimento do Turismo e a Agenda 2030
30.06.2020 – (14:30 – 16:00) – Pedro Silva | Paula Teles

-Que território? Que qualidade? Que turismo?
-Importância do planeamento e Agenda 2030 para o Renascimento Turístico
-Estudo de caso: Rede AHP – acessibilidade/COVID19 em territórios de baixa densidade
-Portugal – medidas e ações imediatas

[Debate]

As inscrições são formalizadas para o e-mail: catarina.marques@aldeiashistoricasdeportugal.com. Após a receção da inscrição será remetido link da plataforma para participarem na ação agendada, devendo os interessados no ato da inscrição mencionar a(s) ação (ações) em que pretendem participar. As 3 ações são complementares entre si.

Para mais esclarecimentos: Telefone: 275 913 395

Consulte mais informações aqui

 

O Município de Belmonte dispõe a partir de amanhã de um sistema de desinfeção e sanitização inovador criado a pensar na proteção e bem-estar de colaboradores e cidadãos.

Assim surge um produto inovador, o Safeplace que visa garantir, acima de tudo, a segurança do espaço onde se aplica, assegurando a higienização de todos os que o frequentam.

Trata-se de um sistema colocado à entrada da Loja do Cidadão de Belmonte, tornando-se um ponto de passagem obrigatório para quem nele pretenda entrar.

Este sistema dispõe de quatro funcionalidades:
➡️Desinfeção Inteligente das Mãos;
➡️Medição da Temperatura;
➡️Sistema de Nebulização de Roupas;
➡️Desinfeção dos Sapatos

Conheça melhor o Safeplace através do vídeo:

ANTÓNIO PINTO DIAS ROCHA, Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, torna público que o concelho de Belmonte, foi atingido durante a tarde de 31 de Maio de 2020 por condições climatéricas excecionais que provocaram danos significativos, em todas as freguesias do concelho.

Os danos registaram-se em explorações agrícolas, agro-pecuárias e florestais, bem como instalações ligadas a outras atividades económicas, infra-estruturas, equipamentos públicos e associativos, habitações e outros bens, sendo que o sector agrícola foi sem dúvida o que teve maior prejuízo. Após, audição da comissão municipal de proteção civil no seu formato reduzido, declara o Estado de Calamidade no âmbito municipal.

O sistema de proteção civil e os respetivos agentes, distrital e municipal, atuando de forma coordenada, conseguiram repor o funcionamento das infra-estruturas e equipamentos essenciais à vida das populações, com a necessária colaboração de todas as entidades responsáveis por cada uma das áreas, nomeadamente nos domínios da energia, abastecimento de água, comunicações e circulação.

Após esta primeira fase de resposta, e num quadro de excecionalidade conferido pela natureza da ocorrência e extensão dos danos, afetando fortemente todo o concelho, constitui preocupação do Município criar condições que permitam levar a cabo, de forma adequada e equitativa, a minimização dos prejuízos e recuperação do sector Agrícola, recorrendo para o efeito aos instrumentos legais que estejam disponíveis. Neste sentido, o município de Belmonte compromete-se que tudo fará junto da Direção -Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural, para desencadear os procedimentos necessários à minimização dos prejuízos provocados pelas condições climatéricas excecionais.

Para o efeito, todos os agricultores cujas explorações agrícolas foram afetadas pelas condições climatéricas excecionais e que provocaram danos significativos nas mesmas, devem apresentar um relatório com os seguintes elementos:

  • Nome e Contacto;
  • Localização da Exploração Agrícola;
  • Mencionar o prejuízo dos danos causados;
  • Anexar fotografias dos danos causados.

Este relatório, deve ser enviado para o email geral@cm-belmonte.pt ou entregue presencialmente nas instalações da Câmara Municipal, até às 16h00 do próximo dia 4 de Junho de 2020.

Belmonte, 2 de Junho de 2020

António Pinto Dias Rocha
O Presidente da Câmara Municipal de Belmonte

(Consulte AQUI o Documento do Aviso de Estado de Calamidade)

Em breve todas as portas se abrirão e com um gesto amigo seremos convidados a entrar, a descobrir o interior de cada um numa simples conversa… num sorriso que te diz: “Bem-vindo à nossa casa!”

Mensagem do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, António Dias Rocha, para todas as crianças do concelho.