A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) assinou na sua última reunião do Conselho Intermunicipal, realizada em 12 de junho, em Belmonte, um contrato para aquisição de um Sistema de Acompanhamento e Apoio Remoto à Decisão Operacional, no âmbito da prevenção e gestão de riscos de incêndio.

O sistema, que prevê um investimento global de 753.900 mil euros, contempla a instalação de 17 torres de videovigilância e de apoio à decisão, cobrindo a quase totalidade do território da CIMBSE, que estarão ligadas a dois Centros de Gestão e Controlo, um na Guarda e outro em Castelo Branco.

Com este investimento, que se insere no plano de desenvolvimento e coesão territorial, pretende a comunidade intermunicipal dotar os agentes de proteção civil, especialmente bombeiros e GNR, de mecanismos que possibilitem uma intervenção mais rápida na verificação de riscos de incêndio e um apoio à decisão mais eficiente no combate aos fogos.

Este projeto é apoiado por fundos da União Europeia através do Portugal 2020, no âmbito do POSEUR, com uma comparticipação de 85% de Fundo de Coesão.

cimbre.pt