Artigos

No âmbito do projecto “Caminho” para a Rede Artéria, criação artística a realizar-se em Belmonte, os artistas convidados apresentam-se às comunidades locais com um espetáculo. Filipa Francisco propôs apresentar-se com “Nu Meio”, o espetáculo que co-criou e co-interpreta com Bruno Cochat, e que, desde a estreia em 1996, já participou em vários festivais em Portugal e no estrangeiro.

“Nu Meio” é o espetáculo de teatro-dança há mais tempo em cena em Portugal e tem a característica de se reinventar em cada local onde é apresentado. Os intérpretes usam, como base para os seus diálogos, acontecimentos recentes do país/cidade/vila/aldeia onde o espetáculo acontece que recolhem previamente. Em Belmonte, estava previsto os atores/personagens recolherem essas histórias em vários eventos públicos (até iam participar numa maratona!) que depois seriam incluídas no espctáculo que estava previsto para o dia 10 de maio. Também aqui a pandemia do COVID-19 obrigou a uma reformulação e a fase de recolha das histórias, que vai acontecer no dia 31 de maio, vai decorrer em ambiente virtual, num “Gabinete de Histórias de Amor” para o qual se convidam habitantes de Belmonte a visitar. Apesar de virtual, está prevista a possibilidade de acesso mesmo a quem não tenha ferramentas tecnológicas.

O Gabinete de Histórias de Amor vai ter um posto no Castelo (10:30h) e Pelourinho de Belmonte (16:30h), onde quem passa pode parar e partilhar a sua história e vai ao encontro daos várias pessoas / entidades que estão a colaborar com “Caminho”. Mais, quem quiser até pode falar com as personagens e Mila e Firmino por telefone.

Acompanhe este e outros eventos no site da Rede Artéria em Belmonte

Espetáculo Comunitário: Onde está a Luz? no dia 8 de Dezembro pelas 21h30, junto ao edifício da Câmara Municipal de Belmonte.

Este espetáculo está inserido na programação da Festa das Luzes 2018, trata-se de uma criação itinerante com a participação da comunidade. A direcção artística fica a cabo da Coruja do Mato.

Contamos com a sua presença!