Durante este período de pandemia, o Cine Eco – Extensão de Belmonte, vai realizar-se online! De 14 a 17 de Maio, todos os dias, às 17h00, o cinema ambiental acessível a todos, com sessões online de curtas-metragens apresentadas na 25ª edição, realizada em 2019.

O CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela, é o único festival de cinema em Portugal, dedicado à temática ambiental, no seu sentido mais abrangente, que se realiza em Seia, anualmente em Outubro e de forma ininterrupta, desde 1995.

 Desde 2017, Belmonte apresenta em Maio uma extensão deste Festival.

Fique em casa. Fique com o…

     DIA 14 | 17:00h

Aquametragem

Marina Lobo, Portugal, 2018, 6´23´´

O Hidro foi bafejado pela sorte. Em seu redor a água parece não ter fim. Mas o seu estado de alegria é interrompido por sinais de alerta. Afinal, a água é limitada e escassa. Será tarde demais? Conseguirá a família H2O mudar os seus comportamentos e gerir este recurso de forma eficiente, aplicando o princípio dos 5 R’s (Reduzir os consumos, Reduzir as perdas e desperdícios, Reutilizar a água, Reciclar a água e Recorrer a origens alternativas)?

Peixe no Forno

Guilem Miró, Espanha, 2018, 4′

Receita típica do Mediterrâneo cozida de uma forma crítica.

    DIA 15 | 17:00h

Lagosta Blanca

Paul Gómez López, México, 2019, 9′

3 humildes pescadores vão sobrevivendo num mar agitado, até que encontram uma misteriosa lagosta branca que acabará por lhes revelar as suas vontades e sonhos mais profundos, mas também poderá arrastá-los para um caminho obscuro de perdição e ganância.

Tempo Profundo

Kirsten and Joachim Jakobsen, Noruega/Portugal, 2018, 9’34’’

O ‘Tempo Profundo’ é uma viagem de ritmo frenético, da vida moderna para o mundo mágico e misterioso que existe sob a superfície do oceano no Arquipélago dos Açores. Imagens exclusivas capturadas pela tripulação do submarino Lula1000 oferecem um vislumbre fascinante dos animais que lá existem, e as estratégias que empregam para sobreviver num ambiente hostil com poucos recursos. A vida no fundo do mar evoluiu e suportou a batida de um ritmo muito mais lento do que o nosso e pode ser uma lição valiosa para todos nós. Todas as imagens foram gravadas in-situ no mar dos Açores entre 700 e 1000 metros de profundidade através do submarino tripulado LULA1000. O filme apresenta várias observações inéditas de organismos do fundo do mar.

    DIA 16 | 17:00h

Planeta Primeiro – Serra da Estrela

João Félix, Portugal, 2019, 1’54”

Um vídeo realizado na Serra da Estrela, que tem como mensagem principal, alertar os seres humanos sobre as precauções a ter, para evitar males maiores para a nossa casa, o planeta Terra.

Histórias do Contrabando – A Gíria de Quadrazais

Paulo Vinhas Moreira, Portugal, 2019, 9’11’’

“A gíria de Quadrazais” é um dos episódios da série “Histórias do Contrabando” gravado no concelho do Sabugal numa aldeia fronteiriça de nome Quadrazais.
Quadrazais, terra que faz os homens e as mulheres fortes, localizada numa das margens do rio Côa a dois passos da vizinha Espanha. “Era vê-los passar dia e noite…”, “…aqui era quase toda gente que ia ao contrabando…” dizem alguns dos testemunhos que o projecto tem vindo a recolher.

    DIA 17 | 17:00h

Na capa

Yegane Moghaddam, Irão, 2018, 4’

Um fotógrafo da natureza entra numa floresta e para sua surpresa, todos os animais vão aparecendo para que ele os possa fotografar, apenas para terem a sua imagem na capa da revista. O filme é centrado no tema da natureza e tenta sensibilizar para a crise ambiental.

O Malabarista

Iuri Moreno, Brasil/Portugal, 2018, 10’

A banda sonora presenteia-nos com depoimentos de palhaços e malabaristas de rua enquanto uma narrativa em animação pincela o quotidiano de um personagem em particular.