Numa altura em que o mercado do crédito habitação e o setor imobiliário estão muito dinâmicos, a plataforma ComparaJá.pt analisou os custos de comprar casa nos diferentes municípios de Castelo Branco no sentido de apurar, de acordo com os rendimentos e preço por m² médios.

Neste estudo, o ComparaJá.pt concluiu que o município de Belmonte, devido ao preço por m2 muito competitivo, está no top 5 onde a compra de casa é mais acessível no distrito: em pouco mais de 14 anos é possível concretizar o objetivo de ter habitação própria (tal como é possível observar na tabela em anexo). É certamente uma mais-valia de captar a atenção de futuros residentes.

Comprar casa em Castelo Branco - Belmonte é o terceiro município mais atrativo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: ComparaJá.pt

Torna-se público, nos termos do artigo 6.º e 88.º do Decreto-Lei n.º 80/2015, de 14 de maio (Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial) foi deliberado, por reunião do executivo municipal, de 24 de janeiro de 2019, o período de participação pública de 15 dias, destinado à formulação de sugestões e à presentação de informações sobre quaisquer questões que possam ser relevantes no âmbito do processo de revisão do Plano do Plano Diretor Municipal de Belmonte;

Os interessados poderão apresentar as suas sugestões e informações através de requerimento dirigido ao Senhor Presidente da Câmara Municipal de Belmonte ou através de formulário on-line que se encontra no link em anexo, até ao próximo dia 8 de janeiro de 2020.

Para mais informações, aceda à página da Participação pública – Revisão do Plano Diretor Municipal de Belmonte.

Nos dias 19 e 20 de dezembro, irá decorrer no Museu Judaico em Belmonte, uma Homenagem a Samuel Schwarz. Consulte AQUI o Programa.

Samuel Schwarz, nasceu em Zgierz (Polónia) a 12 de fevereiro de 1880, sendo o primeiro filho de um casal da comunidade judaica local. Profissionalmente decidiu percorrer o caminho que o levou à École Supérieure des Mines de Paris, onde obteve o grau de engenheiro, em 1904. Em trabalho, iniciou um ciclo de viagens que o levaram por toda a Europa e até ao Cáucaso e Azerbeijão, passando pela Polónia, Itália, Espanha e, finalmente, Portugal, onde acabou por se fixar.

Em 1914, constituiu família, nascendo em 1915 em Lisboa a única filha do casal. Uma vez em Portugal, Samuel Schwarz e usando o seu equipamento fotográfico e de filmar, captou momentos e lugares significativos, frequentou a comunidade judaica de Lisboa e, necessariamente, começou a trabalhar na sua área profissional. Trabalhando como engenheiro na região de Vilar Formoso e Belmonte, deparou-se com comunidades esquecidas de judeus – melhor, de ‘cripto-judeus’ ou marranos – que se assumiam como cristãos perante vizinhos e forasteiros, mas que persistiam, havia séculos, no seu culto ancestral, no recato e reserva dos seus lares.

Em 1925, publica o livro “Os cristãos-novos em Portugal no século XX”, livro que dá a conhecer ao mundo a existência de comunidade de Judeus em Belmonte.
Na década de 30 do século XX, já em Lisboa, Samuel Schwarz aprofundou as suas ligações ao país de acolhimento, pedindo e obtendo a naturalização.

Samuel Schwarz morreu em Lisboa, em 1953.

Mensagem de Natal do Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, Dr. António Rocha.

Devido à realização da Feira Anual de Belmonte, a Variante da Vila ficará interdita ao trânsito das 00H00 às 21H00 do dia 8 de dezembro de 2019.

O pagamento dos terrados deverão ser efetuados a partir do dia de hoje até sexta feira, dia 6 de dezembro, na Câmara Municipal de Belmonte.

A Santa Casa da Misericórdia de Belmonte em parceria com a Mutualista Covilhanense, a Santa Casa da Misericórdia de Fundão e o Centro Comunitário das Lameiras, entenderam constituir uma Plataforma Supramunicipal de Intervenção Social da Cova da Beira.

Esta estrutura tem como objetivo a formação conjunta de atividades diferenciadas e o desenvolvimento de mecanismos de cooperação, nos concelhos de Belmonte, Covilhã e Fundão.

Um desses mecanismos passa, a curto prazo, pela construção de Estrutura Residencial para Pessoas Idosas “Qualificada”, preparada para acolher pessoas com demência, em terreno situado em Caria, propriedade da Misericórdia de Belmonte.
Neste sentido, irá realizar-se a apresentação do projeto e assinatura do Protocolo de Intenções no próximo dia 2 de dezembro, pelas 18h30, no Pavilhão Desportivo de Caria.

O Município de Belmonte já se constituiu como Parceiro Institucional desta plataforma.

A confirmação veio do próprio Ministro das Relações Exteriores, Embaixador Ernesto Araújo, após uma reunião com o Deputado Federal Josias Da Vitória, que tinha apresentado oficialmente o pedido, após uma visita a Portugal.

Nesta decisão, pesou a ligação histórica e cultural da vila de Belmonte com o Brasil, por via de Pedro Álvares Cabral. Este posto de consulado poderá servir os diferentes brasileiros que trabalham e estudam na região do interior português e que assim, para tratar de formalidades legais, já não terão de se deslocar a Lisboa ou Porto.

“Uma significativa e emocional experiência”, foi como o Embaixador de Israel em Portugal, Raphael Gamzou, descreveu a sua visita a Belmonte, na passada semana, uma viagem não anunciada publicamente tendo em vista o protocolo de segurança.

O Diplomata foi recebido na Câmara Municipal de Belmonte onde deu conta da “importância de Belmonte” quando Israel olha para a Diáspora Judaica pelo mundo, pelo que a sua visita “era obrigatória”.

O Presidente da Câmara Municipal de Belmonte, Dr. António Rocha também realçou a importância da Comunidade Judaica para o concelho “e a sua integração pacifica numa comunidade que prima pelo respeito religioso” e apresentou ao Embaixador a última novidade, a implementação das demarcações do ERUV, um espaço urbano que é tido como o interior de uma casa judaica, que possibilita à Comunidade Judaica e aos seus irmãos, algumas facilidades em pleno “Shabat”, como por exemplo, possam circular e transportar objetos. “Este acordo assinado com Pedro Diogo, Presidente da Comunidade Judaica e na presença do Rabino, Avraham Elbaz Franco, vem demonstrar uma vez mais, que Belmonte está na primeira linha de entendimento aos anseios da família judaica, dando mais um passo na sua política de tolerância e sã convivência.”

O Embaixador Raphael Gamzou visitou o Hotel Belmonte Sinai, o Museu Judaico e após as 16h30 recolheu-se para celebrar em privacidade, o “Shabat” junto da Comunidade Judaica local.

De 01 de Dezembro de 2019 e o 06 de Janeiro de 2020, ao fazer compras nas lojas aderentes habilita-se a ganhar 200 €, 150 € ou 100,00€.

Por cada compra no valor de 10 euros, efectuada nos estabelecimentos aderentes, o comprador terá direito a um cupão. Consulte AQUI o regulamento.

 

Para este ano, os estabelecimentos aderentes são:

 

  • Sonho Florido
    Rua Pedro Álvares Cabral, n.º 96

 

  • Lolinha
    Rua Pedro Álvares Cabral, n.º 128

 

  • A Prensa
    Praça da República, n.º 2 e 4

 

  • Bel´Silhouette
    Largo António José de Almeida, n.º 51 e 53

 

  • Papelaria Visual
    Rua Pedro Álvares Cabral, 172A

 

  • Cellas Talho
    Rua Pedro Alvares Cabral

 

  • Mini- Mercado “Dina”
    Largo do Jogo da Bola

 

  • Cabralina
    Rua do Castelo, n.º 4

 

  • Inforgás
    Rua Pedro Alvares Cabral, n.º 74

 

  • Natasha Moda & Acessórios
    Rua Pedro Álvares Cabral, n.º 136

 

  • Loja da Tininha
    Largo da Cancela – Caria

 

  • Ourivesaria Pérola da Beira
    Rua Pedro Alvares Cabral, 63 – A

 

  • José Pinto Gaspar, Lda
    Rua Pedro Álvares Cabral, 51-55

 

  • SandraInês Hair and Body
    Rua Largo da Casa do Povo, n.º 16A

 

 

Paulo Gabriel Esteves Borralhinho, Presidente da Assembleia Municipal de Belmonte, torna público, que a Assembleia Municipal de Belmonte irá realizar uma sessão, no próximo dia 19-12-2019, com início às 18:00 horas, na Sala das Reuniões do Edifício dos Paços do Concelho.

Para constar e devidos efeitos se publica este edital e outros de igual teor que vão ser afixados no átrio dos Paços do Concelho e nos lugares do costume.

BELMONTE E PAÇOS DO MUNICÍPIO 25-11-2019

Altice Portugal firmou uma parceria tecnológica com o setor do azeite nacional, aliando tradição e tecnologia através de soluções e know-how da Altice Labs.

Portugalidade e proximidade são os dois conceitos que estão na génese deste novo projeto. Para Alexandre Fonseca, Presidente Executivo da Altice Portugal, “o azeite é parte integrante do património gastronómico português e um produto com projeção internacional que temos todo o gosto em ajudar a conservar, trazendo a modernidade, inovação e tecnologia para a gastronomia, cultura e tradição, mas sobretudo colocando-as ao serviço de Portugal”.

Para Alexandre Fonseca, presidente Executivo da Altice Portugal, “esta parceria que hoje firmamos impulsionará o azeite, ícone da gastronomia nacional, unindo a tradição à tecnologia através das soluções e know-how da Altice Labs”.

A Empresa Municipal de Belmonte, representada pelo seu presidente, Joaquim Feliciano da Costa, assinou o Protocolo de Cooperação com a Altice Portugal, que visa desenvolver e facultar soluções que permitam implementar melhorias na atividade do setor, contribuindo para áreas como o turismo, sustentabilidade, mobilidade e segurança. Compete à Empresa Municipal de Belmonte, Identificar serviços e desafios locais nas suas áreas de atuação onde as soluções da ALTICE PORTUGAL possam ser desenvolvidas e implementadas.

Paralelamente a este projeto, a Altice Portugal apoia a Oliva, uma nova app mobile, disponível a partir do próximo ano, que “agrega informações úteis sobre o azeite e que permite localizar pontos de interesse relacionados com este produto para que possam ser criados e desbravados, em Portugal, os Caminhos do Azeite”.

Nos dias 1 e 2 de dezembro, realiza-se em Caria a tradicional festa de Santa Bebiana, na qual se celebra a devoção por Santa Bebiana, padroeira das mulheres bêbadas.

O ponto alto é constituído pela procissão, com dois andores que saem de lugares distintos; o de S. Martinho, transportado pelas mulheres e, do outro, Santa Bebiana, transportada por homens. A acompanhar a procissão, grupo de bombos e um padre que vai fazendo sermões irónicos.
Mantém-se ainda a tradição de transportar numa padiola um pipo de vinho, distribuindo-se este pelos presentes na procissão. A acompanhar os andores, estandartes de pano e archotes para iluminar.

Consulte aqui o cartaz: